• Marcela Laner

Fibras alimentares!


fibras alimentares 1.JPG

As fibras alimentares são componentes dos alimentos que não são metabolizados pelo nosso organismo. São os restos de plantas resistentes às enzimas digestivas humanas. É aquilo que comemos e o nosso corpo não consegue digerir. Aí você pergunta, pra que eu tenho que comer então? Bom, as fibras chegam intactas no seu intestino e lá existem bactérias que conseguem fazer esse trabalho.

Nosso intestino é a parte do nosso corpo que absorve os nutrientes ingeridos. Lá existe uma microbiota intestinal com mais de 100 trilhões de bactérias que vivem em simbiose conosco, é uma relação mutuamente vantajosa. Uma microbiota intestinal saudável é essencial ao bom funcionamento do nosso organismo, ajuda na manutenção da nossa imunidade, boa absorção dos nutrientes, e até mesmo a modular o humor e controlar o apetite.

Essas bactérias fermentam as fibras produzindo ácidos graxos de cadeia curta como o: butirato, propionato, acetato. Que são utilizados pelas mitocôndrias para produzir energia na superfície intestinal, protegendo assim o epitélio. Além dos seus efeitos tróficos, possuem atividades anti-inflamatória, antioxidante (evita a oxidação dos ácidos graxos livres no organismo), anticarcinogênica e efeitos imunomoduladores (suprimindo citocinas pró-inflamatórias).

Ou seja, as fibras alimentares protegem a parte interna do nosso intestino, onde absorvemos os nutrientes ingeridos, evitam inflamações, protegem contra infecções, reduzem o risco de doenças cardiovasculares e câncer, melhoram o controle de doenças como diabetes, hipertensão arterial e colite ulcerativa, regulam o trânsito intestinal.

Precisamos de um intestino saudável e para isso precisamos das fibras. O processo de refinamento dos grãos causa perda de fibras, além de vitaminas e minerais como: E, B6, magnésio, manganês, zinco e potássio. É um grande prejuízo para nossa saúde, assim, é melhor dar preferência aos cereais integrais, como arroz integral, farinha integral, pão integral. Para os alimentos que compramos prontos, como pães e biscoitos, é sempre bom ler o rótulo e escolher um produto que possua no mínimo 3g de fibras por porção.

O consumo de fibras (recomendado pela Organização Mundial de Saúde) é de 25g por dia. Os grupos de alimentos que mais possuem fibras são: leguminosas (feijão, lentilha, soja) com 4 a 5g por porção e as frutas e hortaliças com 2 a 3g por porção.

Para ilustrar, veja a quantidade de fibras em 100g de alguns alimentos: Aveia em flocos crua: 9,1g de fibras. Farinha de centeio integral 15,5g. Pão de forma integral de trigo 7g. Caqui chocolate 6,5g. Goiaba vermelha 6,2g. Feijão carioca ou preto cozido 8,5g. Lentilha cozida 7,9g. Castanha-do-Brasil 7,9g. Linhaça semente 33,5g (1 colher de sopa tem 4g). Brócolis cozido e beterraba crua 3,4g. Couve manteiga crua 3,1g.

Para facilitar: consuma diariamente frutas e hortaliças, dê preferência aos grãos integrais e não se esqueça das leguminosas. Suas bactérias agradecem!

Marcela Laner - Nutricionista

marcela.laner@gmail.com

Instagram: marcela_laner

Nota da Lu: Para quem não leu o post de apresentação da Mag, é só clicar aqui. Mag é minha amiga e uma super colaboradora do blog!

Posts Destaque
Posts Recentes
Busca palavra-chave
Arquivo
Instagram