Peixes!

February 3, 2016

 

O peixe é fonte de proteína, nutriente essencial à estrutura do nosso organismo. Possui também gordura de boa qualidade (os ácidos graxos poli-insaturados) onde se destaca o ômega 3. Além dos minerais zinco, fósforo, ferro, cálcio e iodo, e as vitaminas do complexo B.

Consumir pescado é um hábito que pode melhorar a saúde das pessoas. É preciso conhecer então um pouco mais sobre a sua composição, variedades, modos de preparo e demais características.

 

A proteína é a principal composição do pescado. Não possui quantidade significativa de carboidratos. A gordura do peixe sofre variações significativas, dependendo da espécie, época do ano, dieta, temperatura e salinidade da água. Peixes de água mais fria e profunda tem maior conteúdo lipídico. Os peixes podem ser classificados em magro (pescadinha, robalo, linguado, bonito, truta, namorado) ou gordo (salmão, cavala, atum, tainha, merluza, sardinha, arenque).

A organização das fibras musculares dos pescados é diferente dos animais terrestres devido à necessidade que o animal tem de flexionar seu corpo na água. No pescado, existem dois tipos de tecido muscular: o branco e o vermelho. A quantidade de colágeno nos peixes é menor, tornando-os mais macios, e é convertido em gelatina a menores temperaturas que o da carne vermelha. 

 

Pescados perdem de 25% a 50% do seu peso inicial no pré-preparo. Na preparação os peixes podem ser assados, os mais indicados são os inteiros com pele ou os mais gordos. Já as postas são mais indicadas para preparações com molho, ou com coberturas para manter a umidade. Filés e postas de peixes também podem ser grelhados, mas, os peixes mais magros necessitam de leve cobertura para não grudarem nas chapas ou grelhas. As coberturas mais comuns são farinha de trigo ou fubá de milho. Filé de peixe é o corte macio que se despedaça facilmente pode ser preparado grelhado ou desfiado para recheios.

 

Para uma compra segura, as características que devem ser observadas são: coloração brilhante, carne úmida, firme, elástica e lisa. Olhos inteiros, úmidos, brilhantes e salientes. Guelras limpas, vermelhas e brilhantes. Fresco é o pescado que nunca foi congelado e é conservado no gelo. Resfriado é o pescado mantido em temperaturas entre -0°C e -2°C. No caso de filés embalados, sempre verifique, além da consistência da carne, o tipo, o estabelecimento de origem, o peso líquido, a data da embalagem, o prazo de validade, a forma de conservação e a informação nutricional.

 

Marcela Laner - Nutricionista

marcela.laner@gmail.com

Instagram: marcela_laner

 

 

 

 

****

 

Nota da Lu: Para quem não leu o post de apresentação da Mag, é só clicar aqui. Mag é minha amiga e uma super colaboradora do blog! E para ler todos os posts da Marcela no blog, é buscar por Marcela Laner na caixinha de busca! 

 

Créditos da foto: Federico Desseno 

Please reload

Posts Destaque

Nhoque suflê de espinafre!

May 26, 2017

1/10
Please reload

Posts Recentes

April 6, 2017

Please reload

Busca palavra-chave
Arquivo
Please reload

Instagram